Concurso TRT-CE 2017 – Saiu o edital com ofertas de nível médio e superior

Concurso TRT-CE 2017 – Saiu o edital com ofertas de nível médio e superior

Saiu o Edital do concurso do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT-CE) para nível médio e superior. De acordo com o documento divulgado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 24 de agosto, serão oferecidas vagas imediatas e em formação de cadastro reserva nos cargos de técnico e analista judiciário, com requisito de nível médio e superior, respectivamente.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), denominado Cespe, tem a responsabilidade do concurso TRT/CE 2017. As provas objetivas, a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência e o procedimento de verificação da condição declarada para concorrer às vagas reservadas aos candidatos negros serão realizados na cidade de Fortaleza/CE.

Cargos do Concurso TRT CE 2017

De acordo com o edital de concurso do TRT Ceará 2017, as vagas são destinadas aos cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária (01), Analista Judiciário – Área Administrativa, Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (do Trabalho), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Psiquiatria), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Odontologia, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação e  Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, com requisito de nível superior.

Haverá também, oportunidades para Técnico Judiciário – Área Administrativa e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação, com requisito de nível médio. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

Inscrição Concurso TRT CE 2017

As inscrições no concurso do TRT-CE 2017 serão realizadas até 13 de setembro de 2017, no endereço eletrônico oficial do organizador do certame (http://www.cespe.unb.br/concursos). A taxa de inscrição custará R$80,00 para analista e R$65,00 para técnico.

O Concurso TRT CE 2017

Os salários de Analista chegam a R$ 10.461,89, composto de vencimento básico acrescido de Gratificação de Atividade Judiciária. Já os técnicos farão jus a salários de R$ 6.376,41, também composto por Gratificação de Atividade Judiciária.

Sobre os cargos do Concurso TRT CE

Analista Judiciário – Área Administrativa: requisito de diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade: requisito de diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), e registro no Conselho Regional de Contabilidade. O cargo deverá executar atividades relativas à elaboração do orçamento, planificação de contas, detalhamento de despesas, serviços contábeis, balanços, balancetes, demonstrativos de movimento de contas, cálculo de faturas, tabelas de vencimentos, folhas de pagamento e organização de processos de prestação de contas; elaborar planos, projetos e relatórios relativos à área de atuação; realizar perícias contábeis e cálculos judiciais; emitir informações e pareceres em questões que envolvam matéria de natureza técnica pertinente à área de atuação; entre outras atribuições.

CURSOS PREPARATÓRIO PÓS EDITAL PARA O CONCURSO TRT 7ª Região

Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado Medicina do Trabalho: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), acrescido de pós-graduação em Medicina do Trabalho, e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). O cargo deverá realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente relacionadas à saúde ocupacional; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; entre outras tarefas.

Analista Judiciário – Especialidade Medicina (Psiquiatria): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), acrescido de pós-graduação em Psiquiatria, e registro no CRM. O cargo deverá realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente na área de psiquiatria; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; atuar em perícias médicas; atuar em programas de educação e prevenção de doenças; entre outras funções.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado de Odontologia: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), e registro no Conselho Regional de Odontologia. O cargo deverá realizar consultas, diagnósticos, tratamentos e prevenção das afecções bucais; atuar em campanhas e programas de saúde bucal; conceder licenças para tratamento de saúde relacionadas à odontologia; homologar atestados odontológicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; realizar perícias odontológicas; prescrever e administrar medicamentos; radiografar elementos dentários; entre outras funções.

Analista Judiciário – Especialidade da Tecnologia da Informação: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática ou de qualquer curso de ensino superior acrescido de curso de pósgraduação em Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá desenvolver projetos e sistemas de informá- tica; documentar os sistemas; analisar e avaliar diagramas, estruturas e descrições de entradas e saídas de sistemas; sugerir as características e quantitativos de equipamentos necessários à utilização dos sistemas; analisar e avaliar as definições e documentação de arquivos, programas, rotinas de produção e testes de sistemas; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; entre outras tarefas.

Analista Judiciária – Área Judiciária: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de curso de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; entre outras.

Analista Judiciária – Área Judiciária – Oficial de Justiça Avaliador Federal: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, entre outras funções.

Técnico Judiciário – Área Administrativa: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; entre outras tarefas.

Técnico Judiciário – Tecnologia da Informação: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) acrescido de curso de programação com, no mínimo 120 horas-aula, ou curso técnico na área de Informática, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá executar atividades relacionadas ao desenvolvimento, teste, codificação, manutenção e documentação de programas e sistemas de informática; prestar suporte técnico e treinamento a usuários; elaborar páginas para internet e intranet; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; efetuar os procedimentos de cópia, transferência, armazenamento e recuperação de arquivos de dados; entre outras atribuições.

Provas Concurso TRT CE 2017

O concurso do TRT-Ceará 2017 contará com exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos. As provas objetivas para os cargos de Analista Judiciário terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 22 de outubro de 2017, no turno da manhã.

As provas objetivas para os cargos de Técnico Judiciário terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 22 de outubro de 2017, no turno da tarde. As questões das provas objetivas serão do tipo múltipla escolha, com quatro opções (A, B, C e D), sendo uma única resposta correta, de acordo com o comando da questão, valendo 90,00 pontos.

Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

a) obtiver nota inferior a 6,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos básicos P1; e
b) obtiver nota inferior a 18,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos específicos P2; c) obtiver nota inferior a 27,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Último Concurso

O último concurso do TRT-CE foi realizado em 2009. Na oportunidade, a seleção foi coordenada pela Fundação Carlos Chagas (FCC) e contou com 94 vagas para analista e 85 para técnico. As provas foram aplicadas nas cidades de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte e Sobral. No período da MANHÃ: para todas as Áreas/Especialidades do cargo de Técnico Judiciário; no período da TARDE: para todas as Áreas/Especialidades do cargo de Analista Judiciário.

O concurso contou com provas de Português e Conhecimentos Específicos para Analista Judiciário – Área Judiciária, Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Execução de Mandados, Analista Judiciário – Área Administrativa, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidades: Arquitetura, Engenharia (Civil), Engenharia (Elétrica), Tecnologia da Informação, Fisioterapia, Comunicação Social e Estatística, Técnico Judiciário – Área Administrativa e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidades: Enfermagem e Tecnologia da Informação e Técnico Judiciário – Área Administrativa Especialidade Transporte. Para o cargo de Transporte, houve ainda prova prática de Direção Veicular.

Edital Concurso TRT CE 2017 – Versão Diário Oficial da União

ARTIGOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ:

Facebook Comments